Bahia Notícias

Lula e Maduro conversam sobre Essequibo e pregam diálogo

Foto: Ricardo Stuckert / PR

Neste sábado (9), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu uma ligação do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, conforme informado pela assessoria do Palácio do Planalto. Durante a conversa, eles discutiram a situação no território disputado de Essequibo, localizado na fronteira norte do Brasil, em Roraima, entre Venezuela e Guiana.

De acordo com a nota do Planalto, Lula expressou a preocupação crescente dos países sul-americanos sobre a questão de Essequibo, mencionando os termos da declaração aprovada na Cúpula do Mercosul, assinada por vários países, incluindo Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina, Colômbia, Peru, Equador e Chile.

O comunicado do Planalto também destacou que, durante a ligação, Lula enfatizou a tradição de diálogo na América Latina, enfatizando que a região é conhecida por ser uma “região de paz”.

Além disso, Lula sugeriu que Ralph Gonsalves, o presidente em exercício da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas, atuasse como mediador entre as partes envolvidas. O ex-presidente brasileiro reiterou o apoio do Brasil e pediu que não fossem tomadas ações unilaterais que pudessem agravar a situação.

Vale ressaltar que, no domingo passado (3), a Venezuela aprovou a anexação de Essequibo em um referendo, provocando tensões que levaram o assunto ao Conselho de Segurança das Nações Unidas na última sexta-feira (8). Os Estados Unidos também anunciaram exercícios militares conjuntos com a Guiana, aumentando a preocupação com a disputa na região.